Alô alô testando.

Hoje tirei um tempo, hora, da minha tarde pra testar uns daqueles mili produtos que eu comprei. E mesmo assim não testei tudo. Tem coisa que ficou pra uma próxima.

O que eu usei foi só tudo isso, obviamente não é tudo novo mas eu não consigo me maquiar só com sombra/blush/batom. Tem coisa antiga. Queria testar principalmente as sombras, pra evitar surpresas na hora de me maquiar correndo pra algum lugar. E bom, serviu pra saber que com essa sombra compacta do Duda Molinos (SuperNova) eu vou ter que fazer a pele depois do olho, esfarela muito e o brilho não é tão intenso quanto na embalagem, mas mesmo assim é bonito, mais discreto realmente. O curvex da Mundial não foi tudo isso, meu curvex de dois reais da perfumaria vizinha faz melhor. E o lápis beringela da Quem disse, Berenice? é o meu mais novo lápis preto. Fica lindo de um jeito que nenhuma foto conseguiu captar.

Eu sei, eu sei, a foto ta bem tosquinha. Mas pelo menos a cama tava arrumada. Foi a única luz que mostrou mais ou menos a cor do lápis. Não usei primer, por isso a sombra ta meio fraca. De resto os produtos fizeram o que eu esperava. Sem grandes emoções. Batom bão, blush bão, iluminador bão. 

Agora vou eu, lavar louça com essa cara pintada. HEHEH.

My make.

Sempre comentam das minhas makes no meu fotolog ou no twitter, e me pedem dicas, truques, sugestões. A minha única dica é: treinem. Muito. Passem a tarde toda tentando fazer aquele olhão que vocês querem muito. Mas é claro que tem muitas diquinhas básicas, então vou tentar fazer um resumão:

– Primeira coisa, e a mais importante na minha opinião, limpar e hidratar a pele. A maquiagem deixa uma camada na pele, e se a gente usa todo dia e não limpa, nossa pele fica uó, cheia de cravinhos, espinhas, bolinhas. Vale muito usar aquele Leite de Rosas da mãe, da vó, ele é ótimo mesmo. Já hidratar eu recomendo um creme pro rosto mesmo, sem alcóol, irrita menos a pele.

– Segundo, produtos de qualidade não são necessariamente caros. Eu não tenho nada da MAC na minha necessarie, não que eu não queira, só porque não entra no meu orçamento. Mas existem muitas marcas legais no Brasil, e baratas, tipo Avon, Natura, Contem 1g, Vult(sim aquela que fica na perfumaria, é divina, blushs ótimos e super baratinho).

– Terceiro, realidade. Gente, não adianta querer fazer uma make que não combina com você só pra parecer legal, você vai acabar parecendo um palhaço.  Descubra qual make te favorece mais e arraza.

Acho que essas são as mais básicas dicas do mundo. Mas as mais válidas. Maquiagem é como qualquer outra coisa no mundo, precisa de informação e prática, eu leio sempre sobre make, vejo tutoriais e treino sempre que tenho tempo.

Agora sobre as que eu faço, os pincéis são tudo. Nos olhos eu sempre começo com uma sombra mais clara e vou subindo os tons até encaixar. Como eu tenho olho grande, prefiro sombras mais escuras. Para esfumar uma cor na outra o ideal é o pincél, ele deixa mais sutíl a mescla de cores, e mais bonito, com jeito de feito por maquiador mesmo hehehe.

Eu sou meio viciada em Blush, tenho uns 4 mais um bronzeador. É que eu sou muito branquela, e o blus da uma vidinha né. Mas aí é outra coisa que a gente tem que ter cuidado na hora de comprar, minha mãe já comprou cada blush uó, em caso de dúvida testa no pulso(que tem a cor mais parecida com a do rosto), eu aconselho blush pêssego ou rosa claro para todas, é meio básico.

Batom é uma coisa meio nova pra mim, eu sempre usei cor de boca, porque abuso no olho, mas de um ano pra cá descobri umas cores que não dá pra ficar sem… o que eu sempre uso é o Ápice da Tracta, compro na Liberdade porque tem variedade mil de cores e marcas. Mas adoro um vermelhão que eu esqueci o nome, e um rosinha cintilante de criança, das meninas super poderosas.

Rímel é minha paixão, tenho uns 10. Cada um faz uma coisa, mas não me pergunte qual faz o que. O último que eu comprei é um daqueles dois em um, um lado branco e o outro preto. Eu adoro, mas ele não é a prova d’água, o que me deixa bem triste. Se fosse pra sugerir um rímel eu ia dizer qualquer um da Maybelline, principalmente a prova d’água, são tudo na minha vida.

Agora mais uma diquinha, prometo que é só mais isso:

– Procurem não experimentar as makes das lojas no próprio rosto. Elas estão lá, se proteção, todo mundo usando, sabe-se lá que bactérias podem ter. Nojiiinho!

Bom é isso, acho que falei demais, mas espero que tenha ajudado vocês. E se ainda tiverem dúvida, podem continuar perguntando!